sábado, 24 de outubro de 2009

SABEM DE CINEMA ? ANOS 50 e 60






















O cinema é uma paixão para muitos, chegando até a ser um vício do qual dependem para sobreviver à rotina que nos sufoca. Para mim é como o que acabei de dizer. Mas, meus amigos, será que se lembram daqueles filmes mais antigos , das cenas dos actores e realizadores, enfim qualquer coisa do enredo? Para testarem as vossas cansadas memórias, vejam lá do que se conseguem lembrar destes filmes dos anos 50 e 60?

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS


O povinho diz com razão que o povão tem só o que merece. E tem tido mesmo! A educação que se quer pouca, a saúde que não há dinheiro que pague, a justiça que se quer ceguinha de todo...sendo que o povão está a ver mal! Pois não é que só distingue praticamente duas corzitas ( muito parecidas por sinal). Então, não é que elege certos senhores a contas com a tal justiça ceguinha?! Olhem que não são poucos! E, se não ficam presidentes, ficam vereadores. Assim se faz prova do provérbio: "Em terra de cegos quem tem olho é Rei!"

Se os deuses estão loucos e se divertem a pregar partidas aos portugueses, quem nos vai acudir?

Tomara que se acendam "as lamparinas do juízo" de todos nós...

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Florbela Espanca - AMAR!


Eu quero amar, amar perdidamente!

Amar só por amar: Aqui ...além...

Mais Este e Aquele, o Outro e a toda a gente...

Amar! Amar! E não amar ninguém!


Recordar? Esquecer? Indiferente!...

Prender ou desprender? É mal? É bem?

Quem disser que se pode amar alguém

Durante a vida inteira é porque mente!


Há uma Primavera em cada vida:

É preciso cantá-la assim florida,

Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!


E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada

Que seja a minha noite uma alvorada,

Que me saiba perder... pra me encontrar...

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

ONDE ESTÃO OS SUBMARINOS?


Começo por confessar que sou fã de submarinos! Desde muito jovem via todos os filmes de guerra que passavam nos cinemas de Luanda. Vou lá esquecer o fabuloso "Yang-Tsé em chamas", "O Dia mais longo", "A ponte do rio Kwai", "Tora! Tora! Tora!", algumas divertidas aventuras submarinas de James Bond, o cómico e inesquecível "Vêm aí os Russos!" que vão parar à América de submarino... E, a sério, precisamos de vigiar as nossas águas e costas de todo o tipo de agressão que possa vir. Não esqueçamos que só de um lado temos terra, e, nem sempre estamos de bem com "Nuestros Hermanos" espanholitos...à volta é só água! A nossa tradição nautica também conta, caramba! Fomos sempre um país de navegadores. Ainda criança já jogava com o meu irmão à" Batalha Naval" e o vício era tal que , mais tarde no liceu, jogava nas aulas de matemática. E... tudo está ligado! ... como professora fui com colegas e alunos fazer uma visita de estudo ao Arsenal do Alfeite, lá estivemos nas Corvetas de Guerra, no Navio "Sagres" e ...mais emocionante de tudo!! dentro de um SUBMARINO!!! Verdadeiro! Real! Igualzinho ao dos filmes! Pudemos sentir o que sofrem os marinheiros ali encafuados, num espaço super- estreito, quentíssimo, absolutamente claustrofóbico, mas vibrante. Homenagem a esses homens corajosos.Homenagem também à minha amiga e colega (já reformada) Adélia Negrão que conseguiu que se realizasse essa visita.

Vem-me à ideia que provavelmente mais nenhum aluno ou professor terão o previlégio que nós tivemos . Na foto se percebe como foi emocionante estar "montada" no velho submarino "Albacora"! - a alegria dos miúdos é indescritível e eles perceberam como é importante termos um submarino. Tinhamos dois já velhinhos; onde estão agora? Então os novos submarinos? Andam por águas turvas, ao que parece...Os "Gato Fedorento" fizeram piada com o dr. Almeida Santos que disse há tempos recentes: "Precisamos é de vender os nossos dois submarinos e comprar armas para defender as nossas águas marítimas!" Adoro os" Gato"...

domingo, 4 de outubro de 2009

DIA do ANIMAL


Pensando em todos os animais que vivem no nosso belo planeta azul, que são vítimas da crueldade de muitos homens que destroiem o seu habitat, que os caçam só por ganância ou maldade, que se servem deles para o trabalho e alimentação mas os recompensam com maus tratos e tortura, eu apresento-vos o meu consolo: a minha cadela Lady Anuska, que eu trato como uma filhota. É desse modo que deviam ser tratados os nossos companheiros da Terra, com carinho, respeito e dignidade!

Arquivo do blogue

Seguidores

Os melhores amigos

Os melhores amigos
Companheira de vida

Número total de visualizações de página