segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Doença autoimune ou "doença Dom Quixote"




Chamam-se
 doenças autoimunes ou de autoagressão àquelas patologias em que
 ocorre um fenómeno de autoimunidade,ou seja, em que  um
 desenvolvimento de certas reações imunes aos constituintes naturais
 do organismo, que levam a
lesões localizadas ou sistémicas.
Fazem parte deste grupo de doenças a artrite reumatoide, o lúpus eritematoso sistémico, a colite ulcerosa, entre
outras.
No estado normal, o sistema imunológico produz proteínas chamadas
anticorpos, cuja função é proteger o organismo das
eventuais agressões, sejam dos vírus, das bactérias, de células
cancerígenas e quaisquer outros corpos estranhos.

Devido uma desordem imunológica - a autoimunidade -, o sistema imunológico defensivo perde a capacidade de distinguir os
 corpos estranhos (antígenos) das suas próprias células, passando a
 direcionar anticorpos contra o próprio
organismo.
 Estes anticorpos dirigidos anormalmente contra o próprio organismo
 são chamados de autoanticorpos.
Os autoanticorpos reagem assim com elementos do próprio organismo, formando complexos imunológicos. São estes complexos imunológicos que vão crescendo nos diversos tecidos, dependendo do tipo da doença autoimune, causando lesões graves sobre a função do órgão lesado ou
 sobre o próprio organismo.
Várias questões se colocam no sentido de determinar o porquê de um
 constituinte orgânico passar a ser reconhecidocomo
non-self, ou seja como estranho ao organismo.
Supõe-se que  uma falência da atividade supressora que poderia
impedir a reação negativa, mas que pelo contrário faz eclodir as
 doenças de autoagressão.
O stress, através de ação neuroendócrina, é uma das causas que pode modificar a atividade supressora.
As doenças autoimunes são doenças multifatoriais onde os fatores
 psicossociais estão na origem, evolução,agravamento ou cura.

Aqui a vossa professorinha lixada, completamente lixada pela artrite reumatóide, pôs-se a imaginar a verdadeira batalha campal que se produz no organismo. Sei que se levar uma pancada num braço por exemplo, posso ver desencadeada uma crise aguda de artrite, se estiver em qualquer situação de stress (posito ou negativo tanto faz) posso vir a sofrer dessa tal crise aguda. Quando falo em crise aguda, quero dizer que embora tome altas doses de anti-inflamatórios (2400mg) e relaxantes musculares, tranquilizantes, sinto dores devastadoras nas articulações, nos músculos... tudo isto com febre. Parece-me estar a ser torturada pela Santa Inquisição, enfiando no meu corpo ferros a escaldar, máquinas que nos torcem o corpo todo, pancadas impiedosas... Finalmente uma fadiga imensa, que nos deixa imóveis. Num dia assim, lembrei-me de Dom Quixote de La Mancha, o herói que via inimigos nos moinhos de vento e contra eles investia com a sua lança... Sorri perante a comparação que me surgiu e decidi rebaptizar a minha doença de "Doença Dom Quixote"!É que mesmo nos piores momentos gosto de rir e rio principalmente de mim própria!- Ó professorinha, foste lixada por um dom quixote que ataca tudo cegamente, não distingue os verdadeiros inimigos e trava batalhas inúteis!


ver definição de existência...

Arquivo do blogue

Seguidores

Os melhores amigos

Os melhores amigos
Companheira de vida

Número total de visualizações de página