domingo, 5 de abril de 2009

OLÁ, Amigos de ANGOLA!




Quem olha para esta foto vê apenas uma jovem (eu própria), na ilha de Luanda, com o seu cão (Pelé). O que ninguém imagina é que a tranquila praia de Luanda tinha como ruído de fundo, os canhões e morteiros disparados do outro lado da baía. Isto mostra os contrastes absurdos das guerras. Habituamo-nos a tudo. Nesses dias, quando circulávamos pelas ruas, tinhamos de abandonar por vezes o carro e abrigarmo-nos do tiroteio entre o MPLA, a UNITA e FNLA, que nem sabiamos de onde vinha - quase sempre de prédio para prédio ou de jeepes em velocidade a dispararem rajadas de metrelhadora. No entanto, estranhamente, à noite, após o recolher obrigatório, ficávamos a observar das nossas varandas o céu iluminado pelas balas tracejantes, como se de fogo de artifício se tratasse. Quando não havia, ficávamos ansiosos, como se faltasse algo, preocupados até. Não sei explicar: o medo, o hábito? Sei que foram as minhas últimas férias (estudava em Lisboa na Faculdade de Letras) e também a última vez que pisei solo angolano, era Março de 1975. Os meus pais e amigos despediram-se de mim no aeroporto, voltei linda e bronzeada para Lisboa sem imaginar que não ia voltar à terra amada. Mas, quem sabe, talvez um dia lá vá matar saudades. Beijos e abraços para todos os angolanos e amigos de Angola.

1 comentário:

Rosa Lee disse...

Tás muito bem na foto.....com o Pelé. Não mudaste quase nada, até pensava que era uma foto actual.
Beijocas e continua com o blogue, está muito bom e com muita qualidade.

Arquivo do blogue

Seguidores

Os melhores amigos

Os melhores amigos
Companheira de vida

Número total de visualizações de página