domingo, 3 de julho de 2011

José Afonso - Epígrafe Para a Arte de Furtar



Roubam-me Deus, outros o Diabo
Quem cantarei?
Roubam-me a Pátria e a Humanidade
Outros ma roubam
Quem cantarei?

Sempre há quem roube
Quem eu deseje
E de mim mesmo todos me roubam
Quem cantarei?
Quem cantarei?

( REFRÃO )

Roubam-me a voz
Quando me calo
Ou o silêncio
Mesmo se falo
Aqui d'el Rei! Aqui d'el Rei!

1 comentário:

Anónimo disse...

Não consigo ouvir mas é bom saber-te activa
Bjs linda

Seguidores

Os melhores amigos

Os melhores amigos
Companheira de vida

Número total de visualizações de página