sexta-feira, 22 de abril de 2011

Ginástica em casa








PROFESSORINHA LIXADA COM A GINÁSTICA












Costumo dizer que o meu ginásio é a Nuska e já vos contei das caminhadas com a minha cadela Nuska. A verdade é que não chega.



Para minorar os males da minha artrite reumatóide , fibromialgia e síndroma de Sjögren tomo elevada dosagem de anti-inflamatórios, que entre outros prejuízos faz engordar.



Assim é muito importante o exercício físico moderado.



Estão proíbidos todos os desportos ou actividades de grande impacto, como por exemplo o futebol, ténis, voleibol, corrida.




















A natação seria bom, pratiquei bastante, mas acabei fazendo alergia ao cloro das piscinas. Só água do mar!






Visto que não me agrada muito frequentar ginásios, passei a fazer os meus exercícios em casa.



Julgo que as fotos mostram razoavelmente o tipo de ginástica que faço habitualmente.



Uso a bicicleta estática, a bola de Pilates, o chão e a cama.



Ah, e música! Claro que aqui usei o telemóvel para as fotos, o que dá um certo ar cómico à coisa...



Os exercícios que faço são principalmente de flexibilidade, coordenação e equílibrio.



O meu objectivo é contrariar os efeitos do processo inflamatório nas articulações, diminuir a atrofia muscular e os problemas circulatórios. Resumindo, preciso de melhorar a resistência, a força e agilidade.

A bola de Pilates é óptima para a flexibilidade e equilíbrio.

No chão costumo fazer exercícios de alongamento e coordenação.

Na cama os abdominais são canja. Aprendi na fisioterapia : deitada de barriga para cima, pernas flectidas, braços cruzados no peito, ergo o tronco na direcção dos joelhos, sem magoar as costas , sem esforço. O esforço é de acordo com o número de flexões que fazemos, faço à volta de oitenta/cem.

Em cima do colchão fazem-se também bons exercícios de contracção e relaxamento de todos os músculos do corpo, assim como de rotação do pescoço, cintura , braços, mãos, pernas e pés ( estes tenho de os fazer todos os dias para vencer a rigidez e conseguir levantar-me).

Estas ideias servem não só para os que sofrem de artrite, mas também para os que , como eu, são preguiçosos para fazer ginástica.

Não custa muito fazê-los, o que custa é começá-los ihihihih...!!!!!




















Sem comentários:

Arquivo do blogue

Seguidores

Os melhores amigos

Os melhores amigos
Companheira de vida

Número total de visualizações de página